Implante de pênis: como é o pós-cirúrgico?

Conteúdo

Muitos homens sequer sabem que existe implante de pênis ou implante peniano (prótese de pênis), mas após terem conhecimento do fato também querem entender como será a sua vida após a cirurgia. 

Muitos temem que certas funções fisiológicas sejam perdidas ou danificadas, mas veja nesse post como funciona implante peniano e também como é pós-operatório dessa cirurgia peniana.

O que é e como funciona o implante peniano?

Muitos homens sequer sabem que existe essa possibilidade, mas como é um implante de pênis?

Também conhecido como prótese peniana, o implante de pênis não se trata de colocar um novo órgão sexual na área externa do corpo, mas sim de um dispositivo implantado dentro dos corpos cavernosos do pênis para tratamento da disfunção erétil grave (pacientes que não conseguem uma ereção plena com uso de medicações tipo tadalafila e sildenafila), que pode ser causada por diversos fatores, como diabetes, tabagismo, HAS / hipercolesterolemia,  lesões traumáticas, doença de Peyronie e outras deformidades, priapismo isquêmico, entre outros casos.  

A prótese peniana é uma solução efetiva para o homem que vem sofrendo com uma disfunção erétil grave. Optar por fazer a cirurgia de implantação de pênis (prótese) é uma forma de devolver a qualidade da vida sexual deste paciente e até mesmo tirá-lo de estados emocionais negativos.

A dica principal é que ele busque centros especializados no assunto, que saibam esclarecer suas dúvidas sobre como funciona, prós, contras, riscos e benefícios de forma aberta e transparente, para alinhar as expectativas do paciente e realizar o procedimento de forma segura que, com certeza, trará grande satisfação.

?Importante: O implante fica totalmente interno, preservando o aspecto do pênis do paciente. 

Para que serve para o implante peniano?

Muitos homens sequer sabem que existe implante peniano, mas após conhecerem também querem entender como será a sua vida após a cirurgia.

Tipos de implantes penianos

Em primeiro lugar, após uma consulta com um urologista/andrologista, o homem passará por uma investigação para esclarecer as possíveis causas da sua disfunção erétil

Para o tratamento da disfunção erétil, a cirurgia de implante peniano é indicada em casos em que os homens estão com ereção incompleta e nem o uso de medicamentos orais que incentivam a ereção (inibidores da 5 fosfodiesterase, a reposição hormonal ou até mesmo injeções penianas) têm surtido efeito.

São três tipos de próteses penianas: 

  • Inflável: padrão-ouro de tratamento, é a mais usada nos EUA);
  • Maleável ou semirrígida: é a mais usada no Brasil;
  • Articulável: não é muito eficaz e caiu em desuso. 

Muitos homens sequer sabem que existe implante peniano, mas após conhecerem também querem entender como será a sua vida após a cirurgia.

Como é feito implante peniano?

Antes de realizar o procedimento, muitos homens querem estar bem seguros e entender como funciona o implante de pênis.

Para realizar a cirurgia para implante de prótese peniana, o paciente ficará internado em ambiente hospitalar, porque é onde existem mais recursos, como uma equipe de esterilização, anestesia e suporte melhores.

Embora existam muitas clínicas que fazem o procedimento no próprio consultório e com anestesia local, esse pode ser um risco desnecessário para o paciente.

Fazer o procedimento em um hospital é um cuidado que vai minimizar riscos e garantir um índice maior de sucesso do procedimento.

Depois que o paciente é anestesiado, o dispositivo é implantado com dilatação e afastamento dos corpos cavernosos, preservando ao máximo possível para que o paciente ainda tenha uma ereção residual.

Implante peniano inflável

A prótese peniana inflável imita muito bem o funcionamento fisiológico do pênis. É composta por três peças: reservatório, pump (bomba) e cilindros. É a prótese de melhor qualidade, a que tem custo mais alto e a mais usada nos EUA. 

Alguns bons convênios já estão aprovando a cirurgia implante peniano com esse modelo. 

As duas marcas mundialmente conhecidas destas próteses oferecem garantia vitalícia do produto.  

É fundamental a consulta/avaliação  com um especialista para avaliar as vias utilizadas para  liberação desses dispositivos, assim como um orçamento que varia de caso para caso. 

Com implante de prótese peniana inflável o homem fica com pênis de aspecto natural e tem ereção com uma rigidez excelente na hora que ele quiser ter uma relação sexual. 

Ao término da relação ele desativa o dispositivo e o pênis fica com aspecto flácido novamente. 

Ativar e desativar a prótese é simples e o paciente faz discretamente, muitos pacientes não contam que têm a prótese  para parceiras ou parceiros e realmente o fato passa despercebido, sendo elogiados pela performance. 

Reservatório

É colocado na pelve, no espaço de Retzius ou acima da fáscia transversalis e abaixo do músculo reto abdominal. Esse reservatório é preenchido com  soro fisiológico, de 60 a 120ml. 

Pump

Essa parte é conhecida popularmente como bombinha e fica no escroto (saco).  Tem duas partes: uma serve para insuflar, então o paciente aperta e transfere o líquido do reservatório para os cilindros, para deixar o pênis no estado ereto.  Quando o homem não precisa mais da ereção,  vai apertar uma outra parte do pump para o soro sair do cilindro e voltar ao reservatório. Então, o pênis vai ficar novamente no estado em repouso.

Como é localizado entre os testículos e um pouco mais para trás, fica bastante discreto e tem fácil manipulação. A manipulação do pump não causa dor ou desconforto. 

Ainda assim,  o implante de prótese peniana inflável pode ser um pouco mais difícil de manipular para homens mais idosos, com pior destreza nas mãos, e outros que sofreram lesões que dificultam o pinçamento de partes do corpo com os dedos.

Cilindros

É a terceira parte do dispositivo, que fica dentro dos corpos cavernosos do pênis. Cheios de soro fisiológico, esses cilindros vão produzir o mesmo efeito da ereção, permitindo atingir rigidez no pênis. A temperatura do pênis fica igual a do corpo pois o soro está armazenado no reservatório, dentro da pelve do paciente. O calibre fica bastante satisfatório e a tendência é expandir com o tempo. 

 

Ebook Prótese Peniana

Como é o pós-operatório da cirurgia de implante peniano inflável?

Nesta cirurgia de implante de pênis são inseridos os dispositivos citados acima: os cilindros, pump e reservatórios, que ficam totalmente internos. Não é possível que outras pessoas vejam esses dispositivos no corpo do paciente.

Uma das principais questões que os pacientes querem saber sobre a cirurgia de implantação de prótese peniana é o tempo de cirurgia. O procedimento vai variar entre 50 minutos a 1 hora, vai depender da complexidade de cada caso.

Como o pênis fica ao sair da cirurgia?

Quando acaba a cirurgia, a equipe médica deixa os cilindros insuflados em 70% para já criar um certo volume dentro dos corpos cavernosos e permitir que os dispositivos se acomodem melhor.

Além disso, quando o paciente começa a fazer a reabilitação de peniana, entre a terceira e a quarta semana, essa insuflação inicial terá ajudado no processo, além de evitar mais sangramentos e hematomas.

A incisão para a cirurgia implante peniano pode ser escrotal. Com essa técnica é possível dilatar melhor. Porém, quando há necessidade de fazer uma reconstrução peniana, devido a curvaturas e deformidades (Doença de Peyronie), a cicatriz poderá ser subcoronal com a técnica de Egídio.

Além disso, há também a incisão suprapúbica, porém, nem sempre essa técnica vai permitir uma dilatação muito eficiente e também pode gerar outros percalços. 

Quando o paciente sai do pós-operatório, o pênis será envolvido por uma faixa elástica especial, conhecida como coban. 

O paciente sai do centro cirúrgico com uma sonda, que fica no canal da urina, para que ele não precise ir muito ao banheiro para urinar, e a bexiga também fique mais murcha, já que o reservatório está mais perto desse órgão.

O paciente também sai com um dreno de Blake, que fica dentro do escroto. Esse é um dispositivo de silicone para realizar a drenagem de fluidos após a cirurgia de cirurgia de implante de pênis e vai evitar hematomas.

A paciente também é orientado a levar cuecas mais apertadas para sair do centro cirúrgico já com essa peça íntima, para pressionar mais o escroto e não formar hematomas, que também ajuda a evitar possíveis infecções. Essa peça vai sofrer um furo para que o pênis fique para fora e apenas o escroto fique mais ajustado dentro da cueca.

Sala de recuperação e alta

Após a cirurgia o paciente fica nessa sala por cerca de 1 hora, até ficar liberado para ir para o quarto, onde poderá ter um acompanhamento. No entanto, como colocar uma prótese ainda é visto como um tabu, muitos pacientes vão para a cirurgia sozinhos.

No quarto, a sonda é retirada cerca de 6 horas após a cirurgia, e antes de sair, um membro da equipe também desinsufla a prótese.

Geralmente, a alta do paciente é em torno de 24 horas. Porém, o paciente ainda sai com o dreno de Blake, que deve permanecer por 48 horas.

Quando os pacientes moram em São Paulo, podem ir para casa. Mas os pacientes que vêm de outras cidades e até Estados devem permanecer por até uns 4/5 dias na capital para o acompanhamento médico pós-cirúrgico.

Troca de curativo

Em 48 horas, o paciente vai passar por uma consulta de acompanhamento, o médico irá retirar o curativo cirúrgico e ensinar o paciente a fazer outro, que deverá ser trocado diariamente.

Para isso, o paciente  deverá tirara bandagem e o curativo para tomar banho. Para uma boa assepsia vai passar duas versões da clorexidine, depois passar uma pomada antimicrobiana na cicatriz, cobrir com gaze e fechar com micropore.

No furinho do dreno, também deve haver assepsia com a clorexidine e uma camada de pomada.

Como é o repouso da cirurgia de prótese inflável?

Até a retirada do dreno e por mais 24 horas (ou seja, por 72 horas) é indicado que o paciente fique em repouso.

Na primeira semana, é preciso adotar um certo repouso também, praticando apenas atividades mais leves e evitando dirigir. 

Após a primeira semana da cirurgia de implante de pênis, ou seja, de  8 a 10 dias, são liberados os exercícios mais leves como uma caminhada, ou aqueles para a parte superior do corpo e panturrilhas.

Já andar de moto, andar a cavalo e bicicleta, além de exercícios físicos pesados estão contraindicados por 60 dias.

Para voltar a trabalhar, se a atividade profissional for mais leve, o paciente pode voltar após a primeira semana. Caso seja um trabalho mais pesado, a indicação de volta é só por volta da terceira semana.

Treino com a prótese inflável

Após a cirurgia, a prótese ficará desinsuflada o tempo todo. Já na terceira ou quarta semana, começa o treino de insuflar a prótese.

Já do segundo dia da cirurgia até o momento do início do treino da insuflação, o paciente será orientado a puxar o pump para colocar o dispositivo em um posição que ele consiga manipular melhor. É uma forma de criar intimidade com o dispositivo, mas sem insuflar.

Entre a terceira e quarta semana, o paciente é ensinado a realizar a insuflação e desinsuflação da prótese por cerca de uma semana. Ele vai fazer esse trabalho duas vezes ao dia, e deixar o pênis insuflado ao máximo de 1 a 2 horas.

Esse é um estímulo para que o pênis do paciente atinja o máximo possível da sua ereção. No geral,  a primeira ereção não ocorre em seu máximo. O treino da insuflação vai permitir melhores resultados em termos de calibre e tamanho, porque a prótese funciona como um expansor tecidual.

Entre 35 a 45 dias, o paciente está liberado para realizar a relação sexual.

Veja  neste vídeo:

Implante peniano maleável

Quando o paciente não consegue mais efeito com outras abordagens terapêuticas (medicações orais, terapia intracavernosa, reabilitação peniana, terapia com ondas de choque, etc), outra alternativa é o implante de pênis maleável ou semirrígido.

Esse é o implante de prótese peniana pelo SUS, também conhecida como prótese peniana semirrígida. O implante de prótese de pênis que o convênio da cobertura, em geral, é deste tipo semirrígido/maleável. 

Com o implante de prótese peniana semirrígida, o homem terá implantado em si duas hastes metálicas revestidas por uma camada de silicone, que vai permitir que o pênis fique sempre ereto. 

O paciente  poderá potencializar os resultados ao optar por otimizar ao máximo o calibre e tamanho com implantes maiores. O médico irá dizer até onde o paciente pode chegar.

Para disfarçar essa rigidez, em momentos além do ato sexual, será preciso encontrar melhores posições para o órgão.

Justamente por não exigir grandes manipulações para a realização do ato sexual, pode ser mais indicada para pacientes idosos e aqueles que sofrem lesões nas mãos e tenham dificuldade de acionar o pump. 

Como é o pós-operatório da cirurgia implante de pênis maleável?

O tempo de cirurgia do implante peniano maleável é um pouco menor do que o inflável: de 30 até 50 minutos.

Esse tempo vai depender da incisão realizada, por exemplo, se é subcoronal ou escrotal. A primeira leva um tempo um pouco maior para fechar o corte.

Em geral, a incisão subcoronal é escolhida quando o paciente tem fimose, e então já realizada também a correção dessa anatomia, ou quando há alguma correção de deformidade a ser realizada.

A prótese maleável implantada dentro dos corpos cavernosos fará que o pênis fique em constante ereção.

O paciente também sai do pós-cirúrgico com uma sonda, que será retirada após cerca de 6 horas do procedimento. Para ter alta, é importante que o paciente urine naturalmente.

O paciente também será vestido com uma cueca mais apertada, para comprimir o escroto e evitar a formação de hematomas, assim como na cirurgia de prótese inflável.

Após a cirurgia, o paciente também ficará 1 hora na sala de recuperação antes de ir para o quarto, começar tomar os antibióticos e descansar até receber a alta em cerca de 12 horas.

Para pacientes que moram fora de São Paulo, é indicado ficar na cidade por umas 48 horas para permitir a consulta de acompanhamento pós-operatória.

Os pacientes também serão orientados a fazer trocas de curativo após 24 a 48 horas da cirurgia. O procedimento também pede banho completo e assepsia da cicatriz com clorexidina, uso de pomada microbiana e proteção com gaze e micropore.

O pênis deverá ficar enfaixado com o coban por 7 dias.

Há dor no pós-operatório?

Quanto maior a prótese que o paciente quiser colocar, mais dor  no período da adaptação ele irá sentir, porque os tecidos penianos ainda estão se acostumando com a nova estrutura. 

Se as hastes foram mais fininhas, o desconforto não será tão grande, mas se a opção for por próteses maiores poderá sentir mais dor. No entanto, ao colocar próteses fininhas poderá não obter tanta satisfação após o procedimento.

Por isso, ao sair da sala de cirurgia, o paciente já sai com prescrição de antibióticos, analgésicos e anti-inflamatórios.

Vale lembrar aos pacientes que essa dor é passageira, muito mais concentrada nos primeiros dias. Quem fizer a opção por próteses maiores, ainda que tenha mais desconfortos, com certeza vai verificar que vale a pena.

Quando o paciente pode voltar às atividades?

Ao colocar uma prótese peniana, o paciente poderá voltar após uma semana da cirurgia.

No geral, nos protocolos da nossa equipe, os exercícios de academia mais leves e para a parte de cima do corpo podem voltar à rotina do paciente após 10 dias. Porém, vale dizer que cada caso é um caso, e o cirurgião poderá prescrever mais tempo de repouso neste aspecto.

Cada paciente deve seguir o protocolo orientado pela equipe que realizou o procedimento.

O sexo é liberado após 30 dias da cirurgia ou 4 semanas. Uma dica da equipe médica é que o paciente use sempre bastante lubrificante, especialmente nas primeiras relações após a colocação da prótese.

Como disfarçar a ereção da prótese maleável?

Com a prótese maleável, o paciente já sai do centro cirúrgico com o pênis ereto, condição que ele terá para o resto da vida, enquanto estiver com a prótese.

Como ele já sai com a disfunção erétil visivelmente resolvida, no começo, ele pode ter alguma dificuldade em disfarçar a ereção. 

Para resolver essa questão, o médico orienta que o paciente coloque cuecas um pouco mais justas e posicione o pênis para cima. No entanto, é indicado que o órgão não fique totalmente dentro da cueca, a glande precisa ficar posicionada para fora da cueca, e o paciente também pode usar camisas para fora da calça para ajudar a disfarçar.

Especialmente no  período inicial, o pênis posicionado para cima vai ajudar na drenagem linfática e venosa, além do retorno venoso. Além disso, ao posicionar o pênis dessa maneira, ao soltar o órgão, ele “cai” em uma posição já adequada para a penetração sexual.

Ainda assim, há pacientes que optam por posicionar o pênis totalmente para baixo. Depois de algum tempo, essa posição pode prejudicar que o pênis para ficar no ângulo correto para a penetração e ele poderá ficar pendendo, para um lado ou para outro, o que vai dar uma instabilidade e diminuição da rigidez.

Outro conselho médico, é que o paciente coloque em posições alternadas, caso não queira deixá-lo sempre para cima.

Implante peniano articulável

Essa prótese peniana tem várias articulações em sua estrutura para permitir que fique mais dobrada do que a semirrígida. 

O custo dessa prótese está abaixo da inflável e acima da maleável. A desvantagem é a baixa adesão,  é que devido às articulações pode perder um pouco da rigidez axial e não dá descrição satisfatória. Por isso, tem caído em desuso.

Muitos homens sequer sabem que existe implante de pênis ou implante peniano (prótese de pênis), mas após terem conhecimento do fato também querem entender como será a sua vida após a cirurgia. Muitos temem que certas funções fisiológicas sejam perdidas ou danificadas, mas veja nesse post como funciona implante peniano e também como é pós-operatório dessa cirurgia peniana. O que é e como funciona o implante peniano? Muitos homens sequer sabem que existe essa possibilidade, mas como é um implante de pênis? Também conhecido como prótese peniana, o implante de pênis não se trata de colocar um novo órgão sexual na área externa do corpo, mas sim de um dispositivo implantado dentro dos corpos cavernosos do pênis para tratamento da disfunção erétil grave (pacientes que não conseguem uma ereção plena com uso de medicações tipo tadalafila e sildenafila), que pode ser causada por diversos fatores, como diabetes, tabagismo, HAS / hipercolesterolemia, lesões traumáticas, doença de Peyronie e outras deformidades, priapismo isquêmico, entre outros casos. A prótese peniana é uma solução efetiva para o homem que vem sofrendo com uma disfunção erétil grave. Optar por fazer a cirurgia de implantação de pênis (prótese) é uma forma de devolver a qualidade da vida sexual deste paciente e até mesmo tirá-lo de estados emocionais negativos. A dica principal é que ele busque centros especializados no assunto, que saibam esclarecer suas dúvidas sobre como funciona, prós, contras, riscos e benefícios de forma aberta e transparente, para alinhar as expectativas do paciente e realizar o procedimento de forma segura que, com certeza, trará grande satisfação. Importante: O implante fica totalmente interno, preservando o aspecto do pênis do paciente. Tipos de implantes penianos Em primeiro lugar, após uma consulta com um urologista/andrologista, o homem passará por uma investigação para esclarecer as possíveis causas da sua disfunção erétil. Para o tratamento da disfunção erétil, a cirurgia de implante peniano é indicada em casos em que os homens estão com ereção incompleta e nem o uso de medicamentos orais que incentivam a ereção (inibidores da 5 fosfodiesterase, a reposição hormonal ou até mesmo injeções penianas) têm surtido efeito. São três tipos de próteses penianas: Inflável: padrão-ouro de tratamento, é a mais usada nos EUA); Maleável ou semirrígida: é a mais usada no Brasil; Articulável: não é muito eficaz e caiu em desuso. Implante peniano inflável A prótese peniana inflável imita muito bem o funcionamento fisiológico do pênis. É composta por três peças: reservatório, pump (bomba) e cilindros. É a prótese de melhor qualidade, a que tem custo mais alto e a mais usada nos EUA. Alguns bons convênios já estão aprovando a cirurgia implante peniano com esse modelo. As duas marcas mundialmente conhecidas destas próteses oferecem garantia vitalícia do produto. É fundamental a consulta/avaliação com um especialista para avaliar as vias utilizadas para liberação desses dispositivos, assim como um orçamento que varia de caso para caso. Com implante de prótese peniana inflável o homem fica com pênis de aspecto natural e tem ereção com uma rigidez excelente na hora que ele quiser ter uma relação sexual. Ao término da relação ele desativa o dispositivo e o pênis fica com aspecto flácido novamente. Ativar e desativar a prótese é simples e o paciente faz discretamente, muitos pacientes não contam que têm a prótese para parceiras ou parceiros e realmente o fato passa despercebido, sendo elogiados pela performance. Reservatório É colocado na pelve, no espaço de Retzius ou acima da fáscia transversalis e abaixo do músculo reto abdominal. Esse reservatório é preenchido com soro fisiológico, de 60 a 120ml. Pump Essa parte é conhecida popularmente como bombinha e fica no escroto (saco). Tem duas partes: uma serve para insuflar, então o paciente aperta e transfere o líquido do reservatório para os cilindros, para deixar o pênis no estado ereto. Quando o homem não precisa mais da ereção, vai apertar uma outra parte do pump para o soro sair do cilindro e voltar ao reservatório. Então, o pênis vai ficar novamente no estado em repouso. Como é localizado entre os testículos e um pouco mais para trás, fica bastante discreto e tem fácil manipulação. A manipulação do pump não causa dor ou desconforto. Ainda assim, o implante de prótese peniana inflável pode ser um pouco mais difícil de manipular para homens mais idosos, com pior destreza nas mãos, e outros que sofreram lesões que dificultam o pinçamento de partes do corpo com os dedos. Cilindros É a terceira parte do dispositivo, que fica dentro dos corpos cavernosos do pênis. Cheios de soro fisiológico, esses cilindros vão produzir o mesmo efeito da ereção, permitindo atingir rigidez no pênis. A temperatura do pênis fica igual a do corpo pois o soro está armazenado no reservatório, dentro da pelve do paciente. O calibre fica bastante satisfatório e a tendência é expandir com o tempo. Como é feito implante peniano? Antes de realizar o procedimento, muitos homens querem estar bem seguros e entender como funciona o implante de pênis. Para realizar a cirurgia para implante de prótese peniana, o paciente ficará internado em ambiente hospitalar, porque é onde existem mais recursos, como uma equipe de esterilização, anestesia e suporte melhores. Embora existam muitas clínicas que fazem o procedimento no próprio consultório e com anestesia local, esse pode ser um risco desnecessário para o paciente. Fazer o procedimento em um hospital é um cuidado que vai minimizar riscos e garantir um índice maior de sucesso do procedimento. Depois que o paciente é anestesiado, o dispositivo é implantado com dilatação e afastamento dos corpos cavernosos, preservando ao máximo possível para que o paciente ainda tenha uma ereção residual. Como é o pós-operatório da cirurgia de implante peniano inflável? Nesta cirurgia de implante de pênis são inseridos os dispositivos citados acima: os cilindros, pump e reservatórios, que ficam totalmente internos. Não é possível que outras pessoas vejam esses dispositivos no corpo do paciente. Uma das principais questões que os pacientes querem saber sobre a cirurgia de implantação de prótese peniana é o tempo de cirurgia. O procedimento vai variar entre 50 minutos a 1 hora, vai depender da complexidade de cada caso. Como o pênis fica ao sair da cirurgia? Quando acaba a cirurgia, a equipe médica deixa os cilindros insuflados em 70% para já criar um certo volume dentro dos corpos cavernosos e permitir que os dispositivos se acomodem melhor. Além disso, quando o paciente começa a fazer a reabilitação de peniana, entre a terceira e a quarta semana, essa insuflação inicial terá ajudado no processo, além de evitar mais sangramentos e hematomas. A incisão para a cirurgia implante peniano pode ser escrotal. Com essa técnica é possível dilatar melhor. Porém, quando há necessidade de fazer uma reconstrução peniana, devido a curvaturas e deformidades (Doença de Peyronie), a cicatriz poderá ser subcoronal com a técnica de Egídio. Além disso, há também a incisão suprapúbica, porém, nem sempre essa técnica vai permitir uma dilatação muito eficiente e também pode gerar outros percalços. Quando o paciente sai do pós-operatório, o pênis será envolvido por uma faixa elástica especial, conhecida como coban. O paciente sai do centro cirúrgico com uma sonda, que fica no canal da urina, para que ele não precise ir muito ao banheiro para urinar, e a bexiga também fique mais murcha, já que o reservatório está mais perto desse órgão. O paciente também sai com um dreno de Blake, que fica dentro do escroto. Esse é um dispositivo de silicone para realizar a drenagem de fluidos após a cirurgia de cirurgia de implante de pênis e vai evitar hematomas. A paciente também é orientado a levar cuecas mais apertadas para sair do centro cirúrgico já com essa peça íntima, para pressionar mais o escroto e não formar hematomas, que também ajuda a evitar possíveis infecções. Essa peça vai sofrer um furo para que o pênis fique para fora e apenas o escroto fique mais ajustado dentro da cueca. Sala de recuperação e alta Após a cirurgia o paciente fica nessa sala por cerca de 1 hora, até ficar liberado para ir para o quarto, onde poderá ter um acompanhamento. No entanto, como colocar uma prótese ainda é visto como um tabu, muitos pacientes vão para a cirurgia sozinhos. No quarto, a sonda é retirada cerca de 6 horas após a cirurgia, e antes de sair, um membro da equipe também desinsufla a prótese. Geralmente, a alta do paciente é em torno de 24 horas. Porém, o paciente ainda sai com o dreno de Blake, que deve permanecer por 48 horas. Quando os pacientes moram em São Paulo, podem ir para casa. Mas os pacientes que vêm de outras cidades e até Estados devem permanecer por até uns 4/5 dias na capital para o acompanhamento médico pós-cirúrgico. Troca de curativo Em 48 horas, o paciente vai passar por uma consulta de acompanhamento, o médico irá retirar o curativo cirúrgico e ensinar o paciente a fazer outro, que deverá ser trocado diariamente. Para isso, o paciente deverá tirara bandagem e o curativo para tomar banho. Para uma boa assepsia vai passar duas versões da clorexidine, depois passar uma pomada antimicrobiana na cicatriz, cobrir com gaze e fechar com micropore. No furinho do dreno, também deve haver assepsia com a clorexidine e uma camada de pomada. Como é o repouso da cirurgia de prótese inflável? Até a retirada do dreno e por mais 24 horas (ou seja, por 72 horas) é indicado que o paciente fique em repouso. Na primeira semana, é preciso adotar um certo repouso também, praticando apenas atividades mais leves e evitando dirigir. Após a primeira semana da cirurgia de implante de pênis, ou seja, de 8 a 10 dias , são liberados os exercícios mais leves como uma caminhada, ou aqueles para a parte superior do corpo e panturrilhas. Já andar de moto, andar a cavalo e bicicleta, além de exercícios físicos pesados estão contraindicados por 60 dias. Para voltar a trabalhar, se a atividade profissional for mais leve, o paciente pode voltar após a primeira semana. Caso seja um trabalho mais pesado, a indicação de volta é só por volta da terceira semana. Treino com a prótese inflável Após a cirurgia, a prótese ficará desinsuflada o tempo todo. Já na terceira ou quarta semana, começa o treino de insuflar a prótese. Já do segundo dia da cirurgia até o momento do início do treino da insuflação, o paciente será orientado a puxar o pump para colocar o dispositivo em um posição que ele consiga manipular melhor. É uma forma de criar intimidade com o dispositivo, mas sem insuflar. Entre a terceira e quarta semana, o paciente é ensinado a realizar a insuflação e desinsuflação da prótese por cerca de uma semana. Ele vai fazer esse trabalho duas vezes ao dia, e deixar o pênis insuflado ao máximo de 1 a 2 horas. Esse é um estímulo para que o pênis do paciente atinja o máximo possível da sua ereção. No geral, a primeira ereção não ocorre em seu máximo. O treino da insuflação vai permitir melhores resultados em termos de calibre e tamanho, porque a prótese funciona como um expansor tecidual. Entre 35 a 45 dias, o paciente está liberado para realizar a relação sexual. Implante peniano maleável Quando o paciente não consegue mais efeito com outras abordagens terapêuticas (medicações orais, terapia intracavernosa, reabilitação peniana, terapia com ondas de choque, etc), outra alternativa é o implante de pênis maleável ou semirrígido. Esse é o implante de prótese peniana pelo SUS, também conhecida como prótese peniana semirrígida. O implante de prótese de pênis que o convênio da cobertura, em geral, é deste tipo semirrígido/maleável. Com o implante de prótese peniana semirrígida, o homem terá implantado em si duas hastes metálicas revestidas por uma camada de silicone, que vai permitir que o pênis fique sempre ereto. O paciente poderá potencializar os resultados ao optar por otimizar ao máximo o calibre e tamanho com implantes maiores. O médico irá dizer até onde o paciente pode chegar. Para disfarçar essa rigidez, em momentos além do ato sexual, será preciso encontrar melhores posições para o órgão. Justamente por não exigir grandes manipulações para a realização do ato sexual, pode ser mais indicada para pacientes idosos e aqueles que sofrem lesões nas mãos e tenham dificuldade de acionar o pump. Como é o pós-operatório da cirurgia implante de pênis maleável? O tempo de cirurgia do implante peniano maleável é um pouco menor do que o inflável: de 30 até 50 minutos. Esse tempo vai depender da incisão realizada, por exemplo, se é subcoronal ou escrotal. A primeira leva um tempo um pouco maior para fechar o corte. Em geral, a incisão subcoronal é escolhida quando o paciente tem fimose, e então já realizada também a correção dessa anatomia, ou quando há alguma correção de deformidade a ser realizada. A prótese maleável implantada dentro dos corpos cavernosos fará que o pênis fique em constante ereção. O paciente também sai do pós-cirúrgico com uma sonda, que será retirada após cerca de 6 horas do procedimento. Para ter alta, é importante que o paciente urine naturalmente. O paciente também será vestido com uma cueca mais apertada, para comprimir o escroto e evitar a formação de hematomas, assim como na cirurgia de prótese inflável. Após a cirurgia, o paciente também ficará 1 hora na sala de recuperação antes de ir para o quarto, começar tomar os antibióticos e descansar até receber a alta em cerca de 12 horas. Para pacientes que moram fora de São Paulo, é indicado ficar na cidade por umas 48 horas para permitir a consulta de acompanhamento pós-operatória. Os pacientes também serão orientados a fazer trocas de curativo após 24 a 48 horas da cirurgia. O procedimento também pede banho completo e assepsia da cicatriz com clorexidina, uso de pomada microbiana e proteção com gaze e micropore. O pênis deverá ficar enfaixado com o coban por 7 dias. Há dor no pós-operatório? Quanto maior a prótese que o paciente quiser colocar, mais dor no período da adaptação ele irá sentir, porque os tecidos penianos ainda estão se acostumando com a nova estrutura. Se as hastes foram mais fininhas, o desconforto não será tão grande, mas se a opção for por próteses maiores poderá sentir mais dor. No entanto, ao colocar próteses fininhas poderá não obter tanta satisfação após o procedimento. Por isso, ao sair da sala de cirurgia, o paciente já sai com prescrição de antibióticos, analgésicos e anti-inflamatórios. Vale lembrar aos pacientes que essa dor é passageira, muito mais concentrada nos primeiros dias. Quem fizer a opção por próteses maiores, ainda que tenha mais desconfortos, com certeza vai verificar que vale a pena. Quando o paciente pode voltar às atividades? Ao colocar uma prótese peniana, o paciente poderá voltar após uma semana da cirurgia. No geral, nos protocolos da nossa equipe, os exercícios de academia mais leves e para a parte de cima do corpo podem voltar à rotina do paciente após 10 dias. Porém, vale dizer que cada caso é um caso, e o cirurgião poderá prescrever mais tempo de repouso neste aspecto. Cada paciente deve seguir o protocolo orientado pela equipe que realizou o procedimento. O sexo é liberado após 30 dias da cirurgia ou 4 semanas. Uma dica da equipe médica é que o paciente use sempre bastante lubrificante, especialmente nas primeiras relações após a colocação da prótese. Como disfarçar a ereção da prótese maleável? Com a prótese maleável, o paciente já sai do centro cirúrgico com o pênis ereto, condição que ele terá para o resto da vida, enquanto estiver com a prótese. Como ele já sai com a disfunção erétil visivelmente resolvida, no começo, ele pode ter alguma dificuldade em disfarçar a ereção. Para resolver essa questão, o médico orienta que o paciente coloque cuecas um pouco mais justas e posicione o pênis para cima. No entanto, é indicado que o órgão não fique totalmente dentro da cueca, a glande precisa ficar posicionada para fora da cueca, e o paciente também pode usar camisas para fora da calça para ajudar a disfarçar. Especialmente no período inicial, o pênis posicionado para cima vai ajudar na drenagem linfática e venosa, além do retorno venoso. Além disso, ao posicionar o pênis dessa maneira, ao soltar o órgão, ele “cai” em uma posição já adequada para a penetração sexual. Ainda assim, há pacientes que optam por posicionar o pênis totalmente para baixo. Depois de algum tempo, essa posição pode prejudicar que o pênis para ficar no ângulo correto para a penetração e ele poderá ficar pendendo, para um lado ou para outro, o que vai dar uma instabilidade e diminuição da rigidez. Outro conselho médico, é que o paciente coloque em posições alternadas, caso não queira deixá-lo sempre para cima. Implante peniano articulável Essa prótese peniana tem várias articulações em sua estrutura para permitir que fique mais dobrada do que a semirrígida. O custo dessa prótese está abaixo da inflável e acima da maleável. A desvantagem é a baixa adesão, é que devido às articulações pode perder um pouco da rigidez axial e não dá descrição satisfatória. Por isso, tem caído em desuso. Prótese peniana: valores em média Para a prótese peniana, os valores aproximados vão depender de diversos fatores, por exemplo, se o convênio vai cobrir alguma parte do procedimento, os valores da equipe médica, internação (podem variar de hospital para hospital), tipos de prótese, etc. Em relação aos valores das próteses, os custos ficam em torno de R$ 3 mil a R$ 6 mil para os modelos maleáveis. Enquanto as infláveis podem custar de R$ 42 mil a R$ 65 mil. Dúvidas que os pacientes manifestam sobre a cirurgia implante peniano Conheça agora as perguntas mais frequentes que surgem no consultório quando o homem é candidato à cirurgia de implantação de prótese peniana: “Eu vou sentir ou vai ser um dispositivo só para satisfazer minha parceria?” A sensibilidade é normal. Na cirurgia de implante de prótese peniana, os médicos passam muito longe dos nervos dorsais, que inervam a glande (cabeça do pênis) e do plexo simpático, que é responsável pelo mecanismo ejaculatório. Então, a sensibilidade, o orgasmo e a ejaculação é igual após a colocação de prótese para pênis. O que ocorre é o seguinte: o paciente que antes tinham uma impotência grave, tomava remédios, fazia tratamentos e chegava na hora da relação sexual e tinha uma ereção de má qualidade, ao fazer a cirurgia para o implante, quando chegar na hora do sexo, vai ativar a prótese peniana e vai ter uma ereção de boa qualidade. Essa qualidade de ereção é tão forte quanto uma natural máxima, uma rigidez natural de um homem saudável. Ele vai realizar o ato sexual, ejacular no tempo dele e depois de ejacular poderá até segurar um pouco mais para satisfazer a parceira ou o parceiro. O fluxo da urina vai ser normal? Sim, o fluxo de urina será igual a de um homem que não tem prótese peniana. Em pacientes que têm prótese peniana inflável, por exemplo, nos demais momentos do dia a dia, o dispositivo fica desinflado e com o pênis com a aparência semelhante ao natural. Na hora que ele quiser urinar, será totalmente normal porque o canal da urina (uretra) é totalmente preservado nessa cirurgia. O homem pode fazer esportes após a colocação da prótese? O homem que faz uma cirurgia de implante peniano pode fazer qualquer esporte. A vida é normal. Como fica a glande após a cirurgia? Esse medo de glande murcha (Floppy Glans) é uma exceção e ocorre em menos de 1% dos casos na nossa casuística. Realizamos reabilitação peniana pré-operatória e todas medidas intraoperatórias para isto não acontecer. Será que minha parceira ou parceiro vai gostar? Quando os pacientes chegam ao consultório sempre questionam se a parceria vai perceber ou gostar da relação sexual após o implante peniano. Essa dúvida é muito comum porque os homens dizem que não conhecem ninguém que usa um implante peniano para ter uma referência. Normalmente, quem tem prótese peniana não fica comentando o fato, porque é um tema muito íntimo. Mas na consulta com o especialista, o médico poderá falar sobre os resultados dos pacientes que colocaram e todos os questionamentos poderão ser realizados para ter uma segurança maior. Sobre um possível preconceito da parceria, o médico pode abordar que atualmente muitas mulheres usam próteses de silicone e são totalmente aceitas em seus relacionamentos. O implante peniano existe e está à disposição para melhorar a vida sexual dos homens, porque vai proporcionar uma ereção rígida e ainda prolongar a relação sexual para satisfação dos parceiros e parceiras, com satisfação de até 95%. Palavra do Dr. Túlio Agora que sabe que existe implante peniano, saiba que a prótese deve ser indicada para impotência refratária a tratamento, é uma cirurgia que deve ser democratizada devido aos seus resultados muito bons e entre riscos e benefícios, é possível chegar à conclusão que compensa muito.

Prótese peniana: valores em média

Para a prótese peniana, os valores aproximados vão depender de diversos fatores, por exemplo, se o convênio vai cobrir alguma parte do procedimento, os valores da equipe médica, internação (podem variar de hospital para hospital), tipos de prótese, etc.

Em relação aos valores das próteses, os custos ficam em torno de R$ 3 mil a R$ 6 mil para os modelos maleáveis. Enquanto as infláveis podem custar de R$ 42 mil a R$ 65 mil. 

Dúvidas que os pacientes manifestam sobre a cirurgia implante peniano

Conheça agora as perguntas mais frequentes que surgem no consultório quando o homem é candidato à cirurgia de implantação de prótese peniana:

“Eu vou sentir ou vai ser um dispositivo só para satisfazer minha parceria?”

A sensibilidade é normal. Na cirurgia de implante de prótese peniana, os médicos passam muito longe dos nervos dorsais, que inervam a glande (cabeça do pênis) e do plexo simpático, que é responsável pelo mecanismo ejaculatório.

Então, a sensibilidade, o orgasmo e a ejaculação é igual após a colocação de prótese para pênis.

O que ocorre é o seguinte: o paciente que antes tinham uma impotência grave, tomava remédios, fazia tratamentos e chegava na hora da relação sexual e tinha uma ereção de má qualidade, ao fazer a cirurgia para o implante, quando chegar na hora do sexo, vai ativar a prótese peniana e vai ter uma ereção de boa qualidade.

Essa qualidade de ereção é tão forte quanto uma natural máxima, uma rigidez natural de um homem saudável. Ele vai realizar o ato sexual, ejacular no tempo dele e depois de ejacular poderá até segurar um pouco mais para satisfazer a parceira ou o parceiro.

O fluxo da urina vai ser normal?

Sim, o fluxo de urina será igual a de um homem que não tem prótese peniana. Em pacientes que têm prótese peniana inflável, por exemplo, nos demais momentos do dia a dia, o dispositivo fica desinflado e com o pênis com a aparência semelhante ao natural. 

Na hora que ele quiser urinar, será totalmente normal porque o canal da urina (uretra) é totalmente preservado nessa cirurgia.

Funções penianas com a cirurgia

Muitos homens sequer sabem que existe implante peniano, mas após conhecerem também querem entender como será a sua vida após a cirurgia.

O  homem pode fazer esportes após a colocação da prótese?

O homem que faz uma cirurgia de implante peniano pode fazer qualquer esporte. A vida é normal.

Como fica a glande após a cirurgia?

Esse medo de glande murcha (Floppy Glans) é uma exceção e ocorre em menos de 1% dos casos na nossa casuística. 

Realizamos reabilitação peniana pré-operatória e todas medidas intraoperatórias para isto não acontecer.

Será que minha parceira ou parceiro vai gostar?

Quando os pacientes chegam ao consultório sempre questionam se a parceria vai perceber ou gostar da relação sexual após o implante peniano. 

Essa dúvida é muito comum porque os homens dizem que não conhecem ninguém que usa um implante peniano para ter uma referência. Normalmente, quem tem prótese peniana não fica comentando o fato, porque é um tema muito íntimo. 

Mas na consulta com o especialista, o médico poderá falar sobre os resultados dos pacientes que colocaram e todos os questionamentos poderão ser realizados para ter uma segurança maior.

Sobre um possível preconceito da parceria, o médico pode abordar que atualmente muitas mulheres usam próteses de silicone e são totalmente aceitas em seus relacionamentos.

O implante peniano existe e está à disposição para melhorar a vida sexual dos homens, porque vai proporcionar uma ereção rígida e ainda prolongar a relação sexual para satisfação dos parceiros e parceiras, com satisfação de até 95%.

Palavra do Dr. Túlio

Agora que sabe que existe implante peniano, saiba que a prótese deve ser indicada para impotência refratária a tratamento, é uma cirurgia que deve ser democratizada devido aos seus resultados muito bons e entre riscos e benefícios, é possível chegar à conclusão que compensa muito.

Saiba mais o assunto nesse vídeo sobre funcionamento da prótese peniana:

Home – Marco Túlio

Dr. Marco Túlio Cavalcanti Urologista e Andrologista. Disfunção Erétil e Impotência sexual: dê fim a esse tormento. Prótese do Pênis: a retomada da sua vida sexual. Doença Peyronie: correção da curvatura, recuperação do tamanho e calibre do pênis. Reposição Hormonal: retome o seu desempenho.

Instagram: @dr.mtcavalcanti

Youtube: Dr. Marco Túlio Cavalcanti

www.drmarcotuliourologista.com.br

 

Leia também

Disfunção sexual: quais os principais problemas dos homens?

Disfunção sexual: quais os principais problemas dos homens?

Os homens podem passar por inúmeras disfunções sexuais que colocam em risco a satisfação plena neste campo. Leia esse texto…
Dor no pênis: conheça 17 causas

Dor no pênis: conheça 17 causas

  A dor no pênis não é uma ocorrência muito comum, como as dores musculares ou até dores de cabeça,…
Infertilidade masculina: reposição hormonal pode influenciar?

Infertilidade masculina: reposição hormonal pode influenciar?

São muitas as razões que levam um homem a sofrer um declínio de testosterona e começar uma reposição hormonal, mas…
Translate »