Pênis curvo: quando pode ser um problema?


Muitos homens tem o pênis curvo, mas em alguns casos, essa característica pode representar um problema que vai afetar bastante a vida sexual. Quer saber quando isso pode acontecer? 

Fique nesse post e saiba quando o pênis torto pode ser algo que realmente requer cuidados médicos.

Tenho pênis curvo: isso é normal?

Muitos homens chegam ao consultório relatando que têm um pênis curvo. Alguns até questionam se é normal porque ouviram dizer que quem tem pênis curvado está com uma doença no órgão sexual. Eles não estão  totalmente errados, uma curvatura peniana pode sim representar uma enfermidade conhecida como Doença de Peyronie.

Uma certa angulação peniana é até comum, mas existe uma diferença entre o pênis curvo congênito e o pênis que está curvo devido à Doença de Peyronie.

Doença de Peyronie

A enfermidade é caracterizada por ereções curvas e que podem ser dolorosas. Essa curvatura ocorre porque são formadas placas cicatriciais que modificam a anatomia do órgão quando ocorre a ereção.

Essa doença que curva o pênis, normalmente, ocorre em homens acima de 40 anos, o pico fica entre 45 a 60 anos. 

A prevalência da doença de Peyronie  varia de 3 a 9% dos homens e em alguns casos pode ser até maior. Em pacientes diabéticos e com disfunção erétil, por exemplo,  esse índice chega aos 20%, enquanto em pacientes que fizeram cirurgia de próstata podem ser acometidos em até 16%.

Muitos homens tem o pênis curvo, mas em alguns casos, essa característica pode representar um problema que vai afetar bastante a vida sexual.

Causas da Doença de Peyronie

A causa mais comum da Doença de Peyronie são os microtraumas repetidos causados no órgão durante a relação sexual. Com o tempo, essas fissuras vão se tornando fibroses dentro do órgão que vão produzir um tecido cicatricial inelástico. 

Muitas vezes o paciente fala que iniciaram os sintomas de placa endurecida no pênis e tortuosidade “do nada”, em geral pela manhã. Apenas 25 a 30% dos homens relata algum história de trauma peniano importante.

Então a curvatura no pênis é adquirida, ou seja, até um certo tempo, o paciente percebia o órgão funcionalmente  reto e, de repente, constatou que o pênis ficou curvado para baixo,  para cima ou para os lados em outras angulações significativas. 

No início, na chamada fase aguda, essas ereções podem ser dolorosas, porque nessa etapa é quando ocorrem as inflamações provocadas pelas microlesões no órgão.

Consequências da Doença de Peyronie

Em alguns casos mais graves, a curvatura vai impedir totalmente a penetração porque o pênis pode ficar torto em muitos pontos, podendo ficar com o formato de ampulheta, com uma faixa estreita e apertada ao redor da haste peniana

Além disso, o paciente também pode perceber encurtamento, perda de volume, reentrâncias e afilamento do pênis. 

Além disso, o paciente poderá também ter problemas relacionados à função erétil. Mais de 50% dos pacientes que têm Doença de Peyronie poderão sofrer também de impotência. Muitos autores relatam casuísticas com 80% de pacientes com Peyronie + Impotência sexual. 

Características do pênis curvo por Doença de Peyronie

Muitos homens tem o pênis curvo, mas em alguns casos, essa característica pode representar um problema que vai afetar bastante a vida sexual.

O que ocorre com o pênis curvo congênito?

No caso da curvatura congênita, o paciente percebe essa angulação desde cedo, ou seja, desde a adolescência quando começam os episódios de ereção.

Essa curvatura pode ocorrer porque sofreu uma alteração na fase de crescimento e um lado do órgão sexual fica maior que o outro, ou seja, pode ficar com o pênis curvado para baixo ou para cima, porque o lado dorsal ficou maior que o ventral, ou as laterais de um lado cresceram mais e o pênis vai curvar para o lado que ficou menor.

Pacientes que são jovens e com a curvatura congênita têm ereções plenas e que são totalmente indolores.

Muitas vezes, esses pacientes também têm pênis mais longos, curvaturas para baixo ou para os lados e  durante as ereções ou momentos de repouso, não é constatada nenhuma placa cicatricial. Toda a textura do pênis é homogênea.

Características do pênis curvo congênito

Muitos homens tem o pênis curvo, mas em alguns casos, essa característica pode representar um problema que vai afetar bastante a vida sexual.

Diagnóstico e tratamento para Doença de Peyronie

Quando paciente chega ao consultório com a queixa “Dr, meu pênis começou a entortar e encolheu …”, o médico irá realizar uma anamnese para investigar o histórico clínico do paciente e realizar exames físicos.

Para ajudar no diagnóstico, o médico pode realizar também um doppler peniano, com ereção fármaco induzida.

Nesse exame, vai constatar o grau de curvatura, existência e profundidade de placas cicatriciais, presença de calcificações nas placas ou microcalficações intracavernosas e se há disfunção erétil associada.

Ao contrário do pênis com curvatura congênita (caso não haja problemas de penetração), a Doença de Peyronie precisa de tratamento porque leva a consequências que podem impedir o homem de ter uma vida sexual de qualidade, como ter dificuldade ou impossibilidade de penetração.

Na Doença de Peyronie, cerca de 47% dos pacientes evoluem para uma piora dos casos. Quando esse problema chega nesses estágios, também pode afetar na autoestima e gerar estresse e ansiedade no paciente.

Assim, o quanto antes o paciente pensar em buscar uma ajuda especializada será melhor, porque não há uma melhoria por conta própria. 

Doença de Peyronie não desaparece sozinha

Muitos homens tem o pênis curvo, mas em alguns casos, essa característica pode representar um problema que vai afetar bastante a vida sexual.

Fase aguda e fase crônica

Quando paciente começa a perceber a curvatura e ainda está na fase aguda, o tratamento podem ser medicações que vão tentar ajudar a evitar a progressão do problema.

 Mas quando o paciente já está na fase crônica, com a curva do pênis totalmente sedimentada, o mais indicado é a cirurgia de Peyronie.

Essa cirurgia para pênis curvo pode ser feita com técnicas diferentes para corrigir a curvatura e até promover alongamento do pênis

Mas se os pacientes têm pênis curvo pra cima, para baixo ou laterais e ainda têm dúvidas sobre o seu caso, a melhor é buscar a ajuda especializada. O médico poderá dar todos os esclarecimentos e indicar o melhor tratamento caso a caso.

 

Home – Marco Túlio

Dr. Marco Túlio Cavalcanti Urologista e Andrologista. Disfunção Erétil e Impotência sexual: dê fim a esse tormento. Prótese do Pênis: a retomada da sua vida sexual. Doença Peyronie: correção da curvatura, recuperação do tamanho e calibre do pênis. Reposição Hormonal: retome o seu desempenho.

Instagram: @dr.mtcavalcanti

Youtube: Dr. Marco Túlio Cavalcanti

www.drmarcotuliourologista.com.br

Leia também

Pornografia digital, NoFap e disfunção erétil: qual a relação?

Pornografia digital, NoFap e disfunção erétil: qual a relação?

Vem crescendo o número de artigos que relacionam o consumo exagerado de pornografia digital com a disfunção erétil. Por outro…
Chip de testosterona: como funciona?

Chip de testosterona: como funciona?

Já ouviram falar em chip de testosterona? Essa tem sido uma forma de tratamento quando os homens estão com um…
Pênis curvo: quando pode ser um problema?

Pênis curvo: quando pode ser um problema?

Muitos homens tem o pênis curvo, mas em alguns casos, essa característica pode representar um problema que vai afetar bastante…
Translate »