Freio do pênis: tudo o que você precisa saber

Conteúdo

O freio do pênis é uma parte do corpo que gera muitas dúvidas para os homens e até motiva algumas atitudes bastante controversas. Será que é necessário retirar?

Veja nesse texto, o que é freio do pênis e indicações de cirurgia que podem ser adequadas.

Para que serve o freio do pênis?

O freio do pênis é conhecido na linguagem médica como frênulo bálano-prepucial, que é uma espécie de faixa fibrosa elástica que liga o prepúcio à glande. É uma parte bastante sensível do órgão sexual.

Essa estrutura peniana pode servir para ajudar na posição correta do prepúcio ou até mesmo facilitar a relação sexual, porque ajuda na exposição da glande e no deslocamento do prepúcio no ato sexual.

Mas ainda hoje existe um mito que aponta para a necessidade do rompimento do freio do pênis como uma “prova” de que o homem já teria iniciado sua vida sexual ou mesmo que teria uma performance mais eficiente. 

Alguns homens com poucas informações corretas, ficam puxando essa parte do órgão devido a essa falsa ideia de que é necessário “estourar” essa região do pênis. Muitos buscam inúmeras formas de saber como romper o freio do pênis e acabam cometendo algumas imprudências.

Inclusive, quando o homem tem essa estrutura rompida pode sofrer um sangramento significativo. Se isso ocorrer durante uma relação sexual, a primeira medida é ficar calmo e comprimir a região com uma gaze ou um pano limpo para tentar estancar o sangue. 

Na sequência, o ideal é buscar o seu urologista ou seguir para o hospital para reconstruir ou cauterizar a região.

Ebook reposição hormonal

Quando é indicada a cirurgia do freio do pênis?

As cirurgias para retirar o freio do pênis são conhecidas também como frenulotomia ou frenuloplastia e podem ser realizadas no próprio consultório do urologista, em salas cirúrgicas preparadas e com uso de anestesia local.  

Frenulotomia: é um procedimento bem simples com um corte no freio, e a cicatrização será apenas com uso tópico de pomadas. Não são necessários pontos;

Frenuloplastia: É um procedimento cirúrgico de pequeno porte para cortar o frênulo. Neste caso, são realizados alguns pontos para reconstruir a região de uma forma mais funcional, aumentando a amplitude da região. 

Mas, quando é mesmo necessário  tirar o freio do pênis? 

As indicações formais para essas cirurgias ocorrem quando o paciente tem um freio do pênis curto, de modo que o órgão sofra uma tortuosidade ventral para baixo na glande. Em alguns casos, é bastante doloroso tentar desentortar a glande com a permanência do freio.

Outro caso de cirurgia é quando essa região do órgão sexual é sistematicamente traumatizada no ato sexual,  o que pode causar machucado e dor no freio do pênis.

Quando esse paciente fica constantemente com o freio do pênis machucado após a relação, o melhor é realizar o procedimento cirúrgico para acabar com esse desconforto.

Além disso, a cirurgia também é indicada quando o freio do pênis tem uma fimose associada, embora essa estrutura peniana não seja a característica da fimose, na qual o freio sequer é visualizado porque há uma impossibilidade ou dificuldade de exposição da glande. Nestes casos, quando o pênis fica ereto pode se formar uma espécie de gargalo.

Então, quando é realizada a cirurgia de fimose, conhecida cientificamente como postectomia, também pode ser realizada a retirada do freio do pênis.

O quarto motivo para indicar uma cirurgia para tirar o freio do pênis é por razões estéticas do paciente. Nestes casos, é preciso uma conversa mais aprofundada com o especialista, porque tem freio de pênis normal, mas diante das expectativas do paciente, é preciso avaliar melhor cada caso durante a consulta.

Infográfico sobre atrofia peniana

Conclusão

É muito importante que os homens tenham mais informações e consciência sobre a sua própria saúde sexual. 

Inclusive, pais podem explicar aos filhos que estão ficando adolescentes para não dar ouvidos para informações mirabolantes da internet que podem até sugerir absurdos como cortar o freio do pênis em casa. Além do sangramento abundante, também podem correr riscos de infecções.

Quanto mais os homens se informam sobre sua saúde sexual, mais multiplicadores serão da informação sobre a necessidade de consultar sempre um especialista em medicina sexual, que vai conceder os melhores tratamentos para quaisquer casos.

Por exemplo, se eles percebem o freio do pênis se rompendo, ninguém melhor que o especialista para indicar as melhores abordagens.

Os urologistas ou andrologistas podem esclarecer sobre tudo relacionado à vida sexual dos homens de qualquer idade, sejam patologias, tamanho do pênis, se existem formas para quem quer saber como aumentar o pênis, reposição hormonal e até a necessidade de uso de uma prótese peniana, etc.

Cuide bem da sua saúde sexual e não deixe o tema para depois.

Saiba mais sobre fratura de pênis e lesões parciais neste vídeo abaixo:

Home – Marco Túlio

Dr. Marco Túlio Cavalcanti Urologista e Andrologista. Disfunção Erétil e Impotência sexual: dê fim a esse tormento. Prótese do Pênis: a retomada da sua vida sexual. Doença Peyronie: correção da curvatura, recuperação do tamanho e calibre do pênis. Reposição Hormonal: retome o seu desempenho.

Instagram: @dr.mtcavalcanti

Youtube: Dr. Marco Túlio Cavalcanti

www.drmarcotuliourologista.com.br

 

Leia também

Infertilidade masculina: reposição hormonal pode influenciar?

Infertilidade masculina: reposição hormonal pode influenciar?

São muitas as razões que levam um homem a sofrer um declínio de testosterona e começar uma reposição hormonal, mas…
Injeção para ereção: quando deve ser indicada e como deve ser feita?

Injeção para ereção: quando deve ser indicada e como deve ser feita?

A injeção para ereção é uma das abordagens utilizadas como tratamento da disfunção erétil.  Saiba neste post para quem esse…
Impotência sexual pode ser genética? E quais outras causas?

Impotência sexual pode ser genética? E quais outras causas?

Atualmente, já existem diversos estudos averiguando se a impotência sexual pode ter uma causa genética. Essa pode ser uma luz…
Translate »